Em 15 de outubro, o Conselho de Representantes da Anfip, que congrega os presidentes das associações regionais e os representantes estaduais se reuniu para debater a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 6562, apresentada pelo Procurador Geral da República, Augusto Aras, sobre o bônus de eficiência pago aos Auditores Fiscais e Analistas Tributários da Receita Federal do Brasil e aos Auditores do Trabalho. Após diversos esclarecimentos e debates, com a participação do advogado e consultor Luiz Fernando Silva (SC), que apresentou os fundamentos jurídicos dos prováveis efeitos da ADI, os presentes deliberaram recomendar ao Conselho Executivo o ingresso no STF com pedido de “amicus curiae” na referida ADI. O Presidente Luiz Carlos Santos da Silva participou da reunião virtual.