A solenidade foi presidida pelo coordenador-geral da Mesa da Convenção, Marville Taffarel; junto à relatora-geral, Rosana Escudero de Almeida; secretário-geral, Paulo Regis Arcanjo Paulino; secretária de Atas, Maria Urania da Silva Costa; do secretário de Relações Públicas, Floriano José Martins; secretário de Divulgação, Paulo César de Andrade Almeida. A mesa também contou com a presença do presidente da Anfip, Floriano Martins de Sá Neto, da presidente da Anfip-DF, Maria José de Paula Moraes, da representante do Conselho Fiscal, Ercília Leitão Bernardo, e da coordenadora do Conselho de Representantes, Dulce Wilennbring de Lima.

Marville Taffarel destacou que o evento também é um momento de confraternização e reencontro entre os participantes. “Chegamos ao fim de mais uma convenção, que compõe a história da nossa Anfip. Durante esses dias tivemos demonstrações diárias de amizade e companheirismo e, ao mesmo tempo, atualização da nossa luta como servidores públicos preocupados com o nosso país, seu futuro e nossas conquistas”. Ele também destacou que, mais que uma mera Entidade corporativa, a Anfip busca o bem-estar social de toda a sociedade brasileira. “Estamos juntos e lutaremos até o fim”, ressaltou.

A leitura do relatório, com todos os acontecimentos da Convenção Nacional, foi feita pela auditora fiscal Rosana Escudero. “É sempre uma emoção convivermos durante esses quatro dias com muito trabalho e com muito carinho entre todos nós. Gostaria de encerrar com uma frase do nosso querido Ayrton Senna: ‘No que diz respeito ao empenho, ao compromisso, ao esforço e à dedicação, não existe meio termo, ou se faz uma coisa bem feita ou não faz’, disse.

O convencional Luiz Carlos Braga, em nome de todos os participantes da Convenção, agradeceu a  hospitalidade, bem como toda a Comissão Organizadora do evento e funcionários. Braga também destacou o atual cenário político do país. “Vivemos tempos difíceis com constantes ataques, não só de servidores públicos, mas também para todos os trabalhadores. Temos a obrigação de levar a nossa mensagem, na qual os interesses maiores da nação brasileira seja o norte para a nossa atuação. Espero que todos tenhamos dias melhores”, destacou.

Após os pronunciamentos, o presidente da Anfip, Floriano Martins de Sá Neto, declarou oficialmente encerrados os trabalhos da Convenção Nacional. “Esse evento foi pensado com muito carinho para todo o corpo de associados. Tenho certeza de que vamos sair daqui mais fortalecidos, mais unidos e defendendo ainda mais a nossa Associação. Hoje, a Anfip assume de fato a defesa da categoria com uma postura firme, concreta e assertiva”, afirmou, desejando um bom retorno para todos os participantes do evento.

(Fonte: Anfip)