Pesquisa Conteúdo:
   
 
INSTITUCIONAL
Histórico
Diretoria
Conselho Fiscal
Conselho Deliberativo
 
SERVIÇOS
Artigos
Convênios
Galeria de Fotos
Aniversariantes do Mês
Jornal Plantão Fiscal
Recadastramento
Restrito
 

O que o dinheiro faz por nós não compensa o que fazemos por ele
Gustave Flaubert
Roteiros Culturais

Estreia nesta sexta o quarto filme "Piratas do Caribe"

Chega aos cinemas nesta sexta-feira o quarto filme da franquia "Piratas do Caribe". Johnny Depp volta a encarnar o seu Capitão Jack Sparrow, cheio de trejeitos, trambiques e muita sorte. O primeiro filme, "Piratas do Caribe - A Maldição do Pérola Negra" (de 2003), conquistou o público pela sua mistura bem-sucedida de humor, aventura, espadachins e até um romance. Já o segundo e o terceiro títulos, "O Baú da Morte" (de 2005) e "No Fim do Mundo" (de 2007), respectivamente, tiveram um enorme sucesso de bilheteria, mas parecem ter se perdido em meio aos inúmeros efeitos especiais sem ter uma narrativa à altura. "Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas", com direção de Rob Marshall, reúne novamente uma história bem estruturada com uma bela estética, apesar de a exploração dos efeitos em 3D ter deixado a desejar. É, enfim, puro entretenimento.

Entre os personagens que permanecem dos filmes anteriores, está Geoffrey Rush como o Capitão Hector Barbossa, Kevin R. McNally como Joshamee Gibbs (parceiro de antigas viagens de Sparrow) e até uma participação especial de Keith Richards (do grupo Rolling Stones) como o pai do protagonista. A trama desta vez gira em torno de um mapa que leva até a "Fonte de Juventude". Além de um barco onde está Sparrow, também rumarão ao mesmo destino um navio da esquadra britânica e outro da espanhola.

Entre as novidades deste episódio está a presença de uma pirata, Angelica (Penélope Cruz), com quem Sparrow vive uma relação de atração e trapaças constantes, e de um novo vilão, o lendário Barba Negra (Ian McShane). Judi Dench faz uma aparição como uma madame em uma carruagem "atropelada" pelo pirata em fuga.

O casal romântico formado por Orlando Bloom e Keira Knightley, dos filmes anteriores, não está nesta produção. Mas a química de Penélope Cruz com Johnny Depp conseguiu dar um tom levemente romântico à trama.

O lado sobrenatural fica por conta de escravos amaldiçoados por Barba Negra, que se tornam zumbis; e de sereias, que ora assustam ora seduzem os marujos em uma baía da ilha que abriga, em uma gruta, a Fonte da Juventude. As locações ocorreram no Havaí, no Caribe e em Londres.

O filme é, portanto, um bom divertimento. A equipe do longa (que tem 2 horas e 20 minutos) esteve nesta semana no Festival de Cinema de Cannes para promover o lançamento mundial do título e não descartou um próximo episódio. "Fazemos pelas pessoas. Então, enquanto elas me quiserem, estarei lá", falou Depp sobre o sucesso de seu personagem.

Fonte: CP
 
+ Roteiros Culturais

Site Previdenciarista auxilia 25% dos advogados previdenciários por mês em plataforma interativa -

Conhecido como "Netflix" do direito, plataforma conta com 2 mil modelos de petições previdenciárias usadas em casos r

TRABALHADORES JÁ PODEM SACAR COTAS DO PIS A PARTIR DE TERÇA-FEIRA -

A partir desta terça-feira (14), todos os trabalhadores com direito à cotas do PIS, referente à Lei 13.677/18,

Auditores do Paraná comemoram 25 anos de carreira -

Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil do Paraná, do concurso de 1993, se reuniram no final de julho para com

Linha Direta já está disponível na Internet - Já está disponível em publicações, Linha Direta, a última edição do nosso informativo mensal. Confira as principais notí

9ª Edição do Concurso Histórias de Trabalho da RFB -

Estão abertas as inscrições para a 9ª Edição do concurso Histórias de Trabalho da Receita Federal do Brasil, que tem

+ Notícia

 
home | contato | localização | convênios
Rua Siqueira Campos 1171, 11º andar - Porto Alegre/RS - Telefone: (51) 3224-4355 - E-mail: agafisp@agafisp.org.br