Pesquisa Conteúdo:
   
 
INSTITUCIONAL
Histórico
Diretoria
Conselho Fiscal
Conselho Deliberativo
 
SERVIÇOS
Artigos
Convênios
Galeria de Fotos
Aniversariantes do Mês
Jornal Plantão Fiscal
Recadastramento
Restrito
 

"Ninguém se liberta de um hábito atirando-o pela janela: é preciso fazê-lo descer a escada, degrau por degrau.
Mark Twain
Roteiros Culturais

Indicado ao Oscar, Jackie estreia nos cinemas em Porto Alegre

A nova cinebiografia de Hollywood, “Jackie”, sobre uma das mais famosas Primeiras-Damas dos Estados Unidos, é um dos grandes lançamentos nos cinemas de Porto Alegre neste final de semana. A curiosidade, além da indicação a dois Oscars da Academia de Hollywood e também de uma das últimas aparições do recentemente falecido ator inglês John Hurt (que interpreta um padre a quem Jackie se confessa revelando os problemas que tinha com o finado marido) está na forma multifacetada com que o diretor Pablo Larrain e atriz Natalie Portman usaram para revelar e esconder as diversas camadas da esquiva personalidade da focalizada.

Natalie Portman (vencedora do Oscar de melhor atriz por “Cisne Negro” em 2011) não é a favorita na disputa pela Oscar deste ano (ao qual foi indicada ao lado Isabelle Huppert, Meryl Streep, Emma Stone e Ruth Neggan) mas a produção foi bastante elogiada pela crítica internacional ao contar a história de Jacqueline Bouvier Kennedy, que inesperadamente fica viúva e procura lidar com o trauma nos quatro dias posteriores ao assassinato de seu marido, o então presidente dos Estados Unidos, John Fitzgerald Kennedy.

O longa é dirigido por Pablo Larraín (“O Clube” e “No”) e tem entre os seus produtores Darren Aronofsky (“Cisne Negro”). Além da indicação à Melhor Atriz para Natalie Portman, a produção também foi indicada ao Oscar na categoria de Figurino, um trabalho assinado, e muito elogiado, por Madeleine Fontaine. O figurino, na verdade, é outro dos personagens importantes do filme.

O modelo estilo channel cor-de-rosa que Jackie usava no carro em Dallas e que fica todo manchado com o sangue do famoso marido é o mesmo que ela usará no velório. Eles precisam ver o que fizeram parece ser a mensagem que ela envia aos que ordenaram a morte do presidente dos Estados Unidos. Nos quatro dias que se seguem ao atentado em Dallas, a viúva se preocupa principalmente com o fato de que seu marido não seja esquecido, mesmo que o crime não identifique os culpados e que ninguém seja punido.

Fonte: CP
 
+ Roteiros Culturais

ANFIP participa de reunião no Cofecon -

Diversas entidades que fazem parte do Fórum Nacional pela Redução da Desigualdade Social reuniram-se nesta quarta-fei

Ligações falsas em nome do presidente da ANFIP. Cuidado! -

Por telefone, associados têm recebido ligações em nome do presidente da Entidade, Floriano Martins de Sá Neto. Os

Inscrições abertas para 5ª Conferência do Fonacate -

As inscrições para a 5ª Conferência Nacional das Carreiras Típicas de Estado estão abertas e podem ser feitas até o d

Participe e venha para as Aulas de Artes da Agafisp - Começou a temporada 2018 das Aulas de Artes da Agafisp. A professora Madalena Spagnollo convida as associadas a particip

Presidente da Agafisp deseja aos associados uma Páscoa muito feliz - O presidente da Agafisp, José Amilton Vieira Freire, enviou hoje os votos de Feliz Páscoa aos associados da entidade e

+ Notícia

 
home | contato | localização | convênios
Rua Siqueira Campos 1171, 11º andar - Porto Alegre/RS - Telefone: (51) 3224-4355 - E-mail: agafisp@agafisp.org.br