Pesquisa Conteúdo:
   
 
INSTITUCIONAL
Histórico
Diretoria
Conselho Fiscal
Conselho Deliberativo
 
SERVIÇOS
Artigos
Convênios
Galeria de Fotos
Aniversariantes do Mês
Jornal Plantão Fiscal
Recadastramento
Restrito
 

"Educai as crianças para que não seja necessário punir os adultos.
Pitágoras
05/04/2018

Ações sociais apoiadas por destinação de IR atendem mais de 200 crianças e adolescentes no RS

Até a data de entrega da declaração, contribuintes podem destinar 3% do Imposto de Renda devido para apoiar iniciativas que trabalham para a garantia dos direitos da criança e do adolescente

No Rio Grande do Sul, três ações sociais receberam quase R$ 800 mil em recursos para auxiliar a melhoria das condições de vida e a garantia dos direitos de mais de 200 crianças e adolescentes. Por meio do Edital de Apoio aos Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente, o Itaú Social selecionou projetos a serem apoiados com destinações do Imposto de Renda dos funcionários do Banco e da própria organização.

Com o propósito de defender, proteger e garantir os direitos das crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, o Projeto Rede de Proteção da Criança e do Adolescente, em São José do Norte, utiliza o montante de R$ 224.171,00 no atendimento psicológico e social, oficinas de convivência, de reflexão e socioeducação, oficinas de esporte, música, dança e de iniciação digital.

Visitas a diferentes pontos do município para conhecimento e valorização da cultural local, reuniões com familiares e estimulação para sua participação nas atividades do projeto e encontros para definição e implantação de ações para atendimento das demandas das crianças e adolescentes também são metas da iniciativa.

Já o Projeto Estrelas do Bem, em Carazinho, utiliza o valor de R$ 159.400,00 na prevenção do uso de drogas, violência e delitos por meio do fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários. Atendimento psicológico e social às crianças, adolescentes e familiares, atividades educativas, recreativas, culturais e de profissionalização, visitas domiciliares e grupo de apoio para os pais, bem como o encaminhamento para atendimento médico e odontológico devem impactar 150 crianças e adolescentes de 3 a 17 anos do município.

Outro selecionado no estado foi o Projeto De Ponta a Ponta, em Novo Hamburgo, cujo mote é realizar diagnóstico que permita compreender a situação da rede municipal de atendimento de crianças e adolescentes, identificando lacunas, propondo formas de capacitação dos profissionais que atuam na área e apresentando propostas para o aprimoramento de políticas públicas voltadas à garantia dos direitos da criança e do adolescente.

Levantamento de dados estatísticos sobre a distribuição regional e a situação dos serviços (escolas, serviços assistenciais, serviços de saúde e OSCs), assim como consultas junto a grupos de familiares e de pessoas que convivem com crianças e adolescentes, elaboração e divulgação de relatório com os resultados do diagnóstico são algumas das propostas do projeto, que recebeu o total de R$ 350.000,00.

Destinação de IR

Muitas pessoas não sabem, mas é possível destinar parte do Imposto de Renda devido aos Fundos de Diretos da Criança e do Adolescente, cujos recursos são utilizados para financiar iniciativas que garantam os direitos do público infantojuvenil e para melhorar suas condições de vida. A possibilidade foi criada há mais de 25 anos no âmbito do Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA (Lei Federal 8069/1990). Até a data final de entrega do documento, pessoas físicas podem destinar 3% do valor devido por meio do modelo completo da declaração. Já as empresas que operam sob o regime de lucro real podem destinar 1% do tributo devido.

“A possibilidade de destinar parte do IR para ações sociais dá ao contribuinte a oportunidade de apoiar projetos inovadores e focados em novos caminhos para políticas públicas”, destaca a gerente de Fomento da Fundação Itaú, Camila Feldberg.

Os Fundos da Infância e da Adolescência são administrados pelos Conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente (CDCA) e podem ser municipais, estaduais ou nacional. Os Conselhos são paritários e reúnem representantes governamentais e da sociedade civil. Após um diagnóstico local, eles desenvolvem um plano de ação para aplicar os recursos dos Fundos em iniciativas e em organizações que atuem em prol dos direitos de crianças e adolescentes.

Fonte: Itaú Social
 
+ Clipagem

Estão abertas as inscrições para o III Encontro do Sudeste -

Acontece entre os dias 11 e 13 de outubro de 2018, em Belo Horizonte/MG, o III Encontro do Sudeste dos Auditores-F

Legis Club Brasil: Nova parceria, novos benefícios -

Atenção, associados! A ANFIP firmou convênio com o Legis Club Brasil, um clube de benefícios que oferece produtos e s

Site Previdenciarista auxilia 25% dos advogados previdenciários por mês em plataforma interativa -

Conhecido como "Netflix" do direito, plataforma conta com 2 mil modelos de petições previdenciárias usadas em casos r

TRABALHADORES JÁ PODEM SACAR COTAS DO PIS A PARTIR DE TERÇA-FEIRA -

A partir desta terça-feira (14), todos os trabalhadores com direito à cotas do PIS, referente à Lei 13.677/18,

Auditores do Paraná comemoram 25 anos de carreira -

Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil do Paraná, do concurso de 1993, se reuniram no final de julho para com

+ Notícia

 
home | contato | localização | convênios
Rua Siqueira Campos 1171, 11º andar - Porto Alegre/RS - Telefone: (51) 3224-4355 - E-mail: agafisp@agafisp.org.br