Pesquisa Conteúdo:
   
 
INSTITUCIONAL
Histórico
Diretoria
Conselho Fiscal
Conselho Deliberativo
 
SERVIÇOS
Artigos
Convênios
Galeria de Fotos
Aniversariantes do Mês
Jornal Plantão Fiscal
Recadastramento
Restrito
 

"A felicidade não é coisa fácil: é muito difícil encontrá-la em nós mesmos e é impossível encontrá-la em outro lugar".
Chamfort
28/02/2012

ANFIP na Mídia: Fim do fator previdenciário

ANFIP na Mídia: Fim do fator previdenciário

O Jornal do Senado publica hoje (28) reportagem sobre audiência pública realizada nesta segunda-feira sobre o fim do fator previdenciário, que contou com a participação do vice-presidente Executivo da ANFIP, Floriano José Martins. Confira a íntegra do texto:

Mecanismo reduz valor da aposentadoria de quem para de trabalhar precocemente; segundo o Fórum Sindical dos Trabalhadores, fator adota "matemática perversa".

Aposentados, pensionistas e representantes dos trabalhadores da iniciativa privada e de sindicatos pediram o fim do fator previdenciário.

O fator é um mecanismo adotado pelo INSS que reduz o valor da aposentadoria das pessoas que param de trabalhar precocemente. Para os participantes da audiência pública, o atual sistema de cálculo dos benefícios é ruim e prejudica os aposentados desde sua criação, em 1999.

O coordenador nacional do Fórum Sindical dos Trabalhadores, José Augusto da Silva Filho, chamou o fator de "matemática perversa" e "monstrengo tucano", por ter sido criado no governo Fernando Henrique Cardoso.

O diretor de Seguridade Social da Nova Central Sindical de Trabalhadores, Celso Pimenta, defendeu a extinção imediata do método de cálculo, afirmando que "não há remédio para um mal incurável".

O representante do Ministério da Previdência Social, Denisson Almeida Pereira, admitiu que o fator provocou a redução do valor médio dos benefícios, sendo que o objetivo inicial não era esse. Uma das consequências, segundo ele, é que muitos aposentados se viram obrigados a continuara trabalhar.

- A aposentadoria não foi feita para ser um complemento de renda, mas para substituir os ganhos de quem estava na ativa - afirmou.

O representante do governo alertou ainda para o crescente envelhecimento da população brasileira e a necessidade de investimento em políticas públicas para os idosos. De acordo com dados do IBGE apresentados por Denisson Pereira, o Brasil tem hoje pouco mais de 19 milhões de pessoas com mais de 60 anos. Em 2050, terá 64 milhões.

O assunto foi debatido pela Comissão de Direitos Humanos, por requerimento de Paulo Paim (PT-RS). O senador disse considerar o fator previdenciário o "pior dos mundos".

Fonte: Anfip
 
+ Noticia

Estão abertas as inscrições para o III Encontro do Sudeste -

Acontece entre os dias 11 e 13 de outubro de 2018, em Belo Horizonte/MG, o III Encontro do Sudeste dos Auditores-F

Legis Club Brasil: Nova parceria, novos benefícios -

Atenção, associados! A ANFIP firmou convênio com o Legis Club Brasil, um clube de benefícios que oferece produtos e s

Site Previdenciarista auxilia 25% dos advogados previdenciários por mês em plataforma interativa -

Conhecido como "Netflix" do direito, plataforma conta com 2 mil modelos de petições previdenciárias usadas em casos r

TRABALHADORES JÁ PODEM SACAR COTAS DO PIS A PARTIR DE TERÇA-FEIRA -

A partir desta terça-feira (14), todos os trabalhadores com direito à cotas do PIS, referente à Lei 13.677/18,

Auditores do Paraná comemoram 25 anos de carreira -

Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil do Paraná, do concurso de 1993, se reuniram no final de julho para com

+ Notícia

 
home | contato | localização | convênios
Rua Siqueira Campos 1171, 11º andar - Porto Alegre/RS - Telefone: (51) 3224-4355 - E-mail: agafisp@agafisp.org.br