Pesquisa Conteúdo:
   
 
INSTITUCIONAL
Histórico
Diretoria
Conselho Fiscal
Conselho Deliberativo
 
SERVIÇOS
Artigos
Convênios
Galeria de Fotos
Aniversariantes do Mês
Jornal Plantão Fiscal
Recadastramento
Restrito
 

"Vivemos num mundo de impotência global. É preciso fazer tudo, mas todos acham que não podem fazer nada
Mário André da Silva
29/10/2012

Arrecadação deve encerrar o ano com crescimento real de 1,5%, diz secretário

A arrecadação federal deve encerrar o ano de 2012 com crescimento real de 1,5%, disse na sexta-feira (26) o secretário da Receita Federal do Brasil (RFB), Carlos Alberto Barreto. Apesar de a previsão oficial da RFB ser de alta entre 1,5% e 2%, Barreto sinalizou que o aumento não chegará aos 2%. O secretário deu as declarações durante coletiva de imprensa para comentar a arrecadação do mês de setembro, que ficou em R$ 78,2 bilhões, com queda real de 1,08% frente ao mesmo mês de 2011.

"À medida que vai se aproximando o final do ano, a gente vai tendo mais segurança em relação a esses números. Já estamos considerando o que está acontecendo no mês de outubro. A essa altura, nós estamos falando [de um aumento real] de 1,5%", disse Barreto. Ele ressaltou que o número oficial só será divulgado no decreto de revisão da estimativa da Receita Federal do Brasil, a ser divulgado em 20 de novembro.

As desonerações tributárias concedidas pelo governo tiveram impacto na arrecadação de setembro. Segundo a RFB, a desoneração da folha de pagamento implicou em R$ 600 milhões arrecadados a menos no mês passado, ante setembro de 2011.

Já as desonerações da Contribuição da Intervenção de Domínio Econômico (Cide) sobre os combustíveis, do Imposto sobre Produto Industrializados (IPI) incidente sobre os automóveis e do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para pessoa física implicaram, juntas, na perda de R$ 1,6 bilhão na arrecadação de setembro deste ano na comparação com o mês de 2011.

A desaceleração da economia também impactou na arrecadação. A RFB apontou a perda de lucratividade das empresas como responsável pela piora no desempenho da arrecadação do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) em 2012, na comparação com 2011. O órgão destacou que a produção industrial medida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vem caindo. Em setembro de 2012, recuou 1,95% na comparação com o mesmo mês de 2012. De janeiro a setembro, a queda foi 3,02% na comparação com igual período do ano passado.

Carlos Alberto Barreto admitiu que o desempenho da arrecadação de setembro ficou abaixo do esperado pela Receita Federal do Brasil, que havia chegado a prever alta no resultado para o mês passado. No entanto, Barreto disse que o órgão ainda espera uma retomada na atividade econômica e consequente melhora do resultado.

Fonte: Agência Brasil
 
+ Clipagem

Asilo Padre Cacique pede socorro para não fechar - Para os associados da Agafisp que puderem colaborar:

Em nome dos 150 idosos carentes residentes no Asilo Padre Caci

Diretor da Agafisp, Vilson Romero, assume cargo na Associação Brasileira de Imprensa - Na tarde desta segunda-feira (21), o diretor da Agafisp, Vilson Romero, foi empossado como membro reeleito do Conselho

Apuração dos votos da eleição da Agafisp será no dia 22 - A Comissão Eleitoral reuniu-se, para fins de atendimento dos trâmites legais e administrativos para a eleição da Diretór

Grupo se reúne na ANFIP para atualizar Zebrinha -

Em continuidade ao trabalho iniciado em abril, está reunido na ANFIP, nesta semana, o grupo de trabalho constituído p

Associados da Anfip agora têm número exclusivo para assuntos jurídicos - Associados agora têm número exclusivo para assuntos jurídicos

Visando a excelência no atendimento aos seus associados,

+ Notícia

 
home | contato | localização | convênios
Rua Siqueira Campos 1171, 11º andar - Porto Alegre/RS - Telefone: (51) 3224-4355 - E-mail: agafisp@agafisp.org.br