top of page

ANFIP REPUDIA DECLARAÇÃO DE DEPUTADA SOBRE AUDITORES FISCAIS

Atualizado: 22 de abr. de 2023

A ANFIP repudia a manifestação da deputada federal Carla Zambelli (PL/SP) durante participação no programa +1 Podcast, no dia 14 de outubro, em que alega, falsamente, que os Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil aplicam multas com o objetivo de terem maiores remunerações. A declaração só demonstra o total desconhecimento da deputada quanto às leis aplicadas no país, especificamente a que dispõe sobre a Administração Tributária e a remuneração de seu quadro de servidores, também fixada em lei.


Zambelli afirmou que “quanto mais multa ele der, mais ele ganha” e que “tem servidor público da Receita que sacaneia sim para poder ganhar mais”. Ao distorcer a realidade, a parlamentar age de forma irresponsável com os ouvintes do programa. A remuneração dos Auditores, assim como o bônus à que fazem jus, ainda pendente de regulamentação pelo governo, não estão atrelados à quantidade de multas aplicadas. Inclusive, há previsão legal que proíbe essa vinculação.


A Receita Federal do Brasil tem sido o alicerce para que o Estado cumpra suas obrigações, especialmente no desenvolvimento de políticas públicas tão fundamentais para o país. E toda a sociedade participa do financiamento dessa estrutura, seja pessoa física ou jurídica. Não cabe aos Auditores Fiscais, por livre arbítrio, determinar quantias a serem pagas pelos contribuintes. Cabe aos Auditores Fiscais combater a sonegação, a elisão fiscal e a corrupção, crimes que penalizam toda a sociedade.



Commenti


bottom of page